sábado, 30 de abril de 2016

Ela disse "obrigada mãe"!

Hoje de manhã, quando acordei, olhei para a minha M., como faço todos os dias quando acordo e muitas (muitas!) vezes durante toda a noite e vi que ela estava descoberta (como muitas vezes está durante a noite!). Puxei o edredom para cima para a tapar, pois ainda era cedinho para ela (aguento até ao último minuto para ela dormir), ela enroscou-se no edredom e murmurou, ainda a dormir:
"Obrigada mãe!"

Digam lá se a minha filha não é tão fofinha!
E é assim, nestas pequeninas atitudes e situações, que vejo que estou a fazer um bom trabalho com ela! :)

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Dar colo ou não dar, eis a questão?!

Desde que a minha filha nasceu, só mesmo se estou com as mãos ocupadas é que lhe nego o meu colo. 
Na primeira consulta de pediatria sai de lá tão triste pensando que era a pior mãe do mundo. Acho que a pediatra da minha filha (que eu adoro!) fez-me um tratamento de choque. Sei lá... devia estar sensível demais naquele dia e as hormonas pós-parto não me ajudaram a fazer a filtragem do que dizia. Tudo porque lhe disse que a minha filha adormecia no meu colo! Ia caindo o carmo e a trindade! Nas consultas seguintes, continuei a dizer que ela adormecia no meu colo, porque era verdade, e ela fartava-se de me avisar que não o devia fazer, que assim ela nunca aprenderia a dormir sem ser no colo, que devia colocá-la no berço ainda acordada para ela aprender a adormecer sozinha, que devia sair do quarto e, caso ela chorasse, voltar até à porta, ou ao berço, se fosse necessário, para ela perceber que não estava sozinha,...
Segui o meu instinto de mãe e... não fiz nada disso... Pensava "ela não vai adormecer no meu colo a vida toda! Vou aproveitar!"
Até ter 1 ano de idade e qualquer coisa adormecia sempre no colo. Eu sentada (claro! Nunca gostei de embalos, ou fazer quilómetros pelo quarto, portanto nunca permiti isso!) com ela ao colo, até ela adormecer. E ela adormecia tranquila. 
Hoje, e já há alguns largos meses, depois de beber leite, salvo raríssimas exceções, ela diz "berço" e não descansa enquanto não a coloco no berço para dormir sozinha. Eu fico na minha cama e ela na sua. Ela adormece tranquila (e, às vezes - muitas vezes - eu também!), embora alguns dias ela leve mais tempo a adormecer que outros. Mas isso é normal!

Vou dar todo o colo do mundo à minha M. porque eu amo e ela quando pede é porque precisa!



Este post foi fruto deste artigo.

Em modo "festa"!

E pronto, cheguei ao fim de mais uma semana e dia de trabalho e, neste momento, já me encontro em modo "festas do senhô"!

Temo que nos próximos dias esteja um tanto ou quanto ocupada para vir aqui, mas sempre que possa vou fazendo um update das festividades...
Deixo-vos, igualmente, este vídeo do Hino do Sr. Santo Cristo dos Milagres para que oiçam a mesma música que vou ouvir durante o fim-de-semana (por várias vezes!) e para que vejam algumas imagens tão características destas festas...
Levarei os meus leitores no meu coração aquando o meu encontro com Ele. Que o Senhor vos dê a Paz!


Já cheira a festa por cá!

Uma imagem tirada pela amiga E. no aeroporto de Ponta Delgada, junto do tapete das bagagens e que partilhou no facebook. Suponho que veio participar nos festejos do Senhor Santo Cristo dos Milagres. 
Como vêem, todos vivem em pleno esta festa!

Não + Pelo

Hoje venho falar-vos das minhas vizinhas do Não + Pelo. 
Gosto muito! É um espaço agradável, todas são muitooooo (muito!) simpáticas e prestáveis. Não me importo de lá ir com a minha M. porque ela tem um espaço para brincar, com jogos, e nós, clientes, somos tão mimadas. Se vamos esperar pela nossa vez, um café (uma água,...) é oferecido e dois dedos de conversa também. E depois, o espaço é bastante agradável e a porta da rua fecha-se sozinha, o que é um descanso porque a minha M. não consegue abri-la (pelo menos por enquanto!).


Costumo ir lá fazer apenas gelinho. A Andreia, a menina que faz a manicura, é muito simpática e concentrada naquilo que faz, além de o fazer muito bem feito. Ora vejam como estão bonitas! :) E foram apenas 10eur (antes eram 6eur!!!). Vale a pena, não?!

quinta-feira, 28 de abril de 2016

O pai fica!

Das melhores notícias (da última semana) que eu recebi, esta foi sem sombra de dúvidas a melhor:

Eu não passei por uma cesariana, mas podia ter passado. A minha filha nasceu de parto normal, com uma suposta epidural que nunca chegou a fazer o efeito mágico que algumas mulheres dizem que faz, ou sou eu que sou maricas (e sou mesmo, confesso, mas naquela hora, não fui, garanto!)

Eu detesto agulhas, pessoas de bata branca (vulgo: enfermeiros e médicos), não pelas pessoas que são, mas pelas "maldades" que me podem fazer... e detesto hospitais, pois é lá que fazem as "maldades"... Sempre fui assim, sempre fui uma medricas, mas posso dizer que foi trauma de infância, pois, infelizmente, até aos meus 7 anos andava pouco a pouco doente e enfiada em hospitais (além das visitas periódicas ainda fui submetida a 2 cirurgias) e rodeada de agulhas e pessoas de batas brancas... Desde aí, ganhei medo...

Quando a enfermeira que me acompanhava me disse que a bebé ia nascer e que eu teria de passar já para a outra sala, eu disse que só ia quando o meu namorido chegasse (naquele momento ele tinha ido ao carro buscar a máquina fotográfica). E ela insistiu que tinha de ser já. A irmã dele, que estava comigo (é enfermeira!), ligou-lhe e ele veio a correr e lá fomos nós para a sala da verdade. Nessa sala ele manteve-se ao meu lado, com ar assustado (nunca o vi tão branco!), não disse muita coisa (acho que lhe faltavam as palavras!), mas lá permaneceu. Só o facto dele estar ali comigo me fez sentir protegida, acompanhada. Não é fácil, mas é um momento em que, por momentos, achamos que não vamos conseguir fazer o que tem de ser feito... Mas o facto dele estar ali ajuda muito o nosso psicológico, a nossa força parece que ganha vigor... É inexplicável!... 

Se, por acaso, tivesse que ser submetida a uma cesariana, só ia querer ser acompanhada pelo pai da minha filha para ele também ter a oportunidade de ver a nossa filha, pela primeira vez, ao mesmo tempo que eu... Acho que é justo... Para não falar no apoio que ele me poderia dar naquele preciso momento... E também para ele poder sentir um pouco do que eu estava a sentir, não em dor, pois isso não é possível, mas em compaixão. É um momento nosso, só nosso e acho que é justo. Ainda bem que esta notícia chegou!


Sorrir hoje e sempre!

Dizem que hoje é o dia internacional do sorriso. 

Foi criado em 1963 por Harvey Ball, um artista que foi contratado para criar um símbolo para uma empresa de Massachussetts. O objetivo era que os funcionários sorrissem mais para os clientes. Nem ele, nem a empresa registaram a marca. Foi Franklin Loufrani quem, em 1972, registou o rosto amarelo e o nome Smiley.

Desafios para hoje:
# Sorrir mais vezes sozinho
# Sorrir para desconhecidos
# Fazer alguém sorrir


Arrisquei nos grelos

No passado fim-de-semana fui apanhar os grelos que estavam enormes... Fiquei sem saber se já estavam prontos (porque não percebo nada desta vida de terras!) mas achei que estavam gigantões e a atrapalhar os restantes cultivos. Então, decidi levá-los até à minha mãe que, como gosta de grelos, havia de saber se já estavam no ponto. Ela disse que sim. Então, acho que fiz bem tirá-los da terra! :)


quarta-feira, 27 de abril de 2016

Apesar do € valeu a pena a mudança

Fomos hoje experimentar a nova clínica da Dra. Paula e, acreditem, é muito linda!
Até à última consulta de pediatria da M. íamos ao Centro Pediátrico de S. Miguel, onde ela aproveitava para brincar no escorrega, no baloiço e nas casinhas de plástico que por lá haviam. Agora na Clínica do Colégio (falhou-me a foto! Bahh nota negativa para mim!) ela tem uma mesinha com brinquedos de madeira cheios de bolinhas e carrinhos que se podem empurrar sem saírem de lá (muito bem pensado!). Os banquinhos são carinhas de animais, muito engraçados! Pela vontade de brincar ali vi que a minha M. tinha adorado a mudança. E, se para ela está bom, para mim, melhor ainda! O preço da consulta é que subiu drasticamente, mas enfim... esperemos que ocorra, entretanto, algum acordo...

A Dra. Paula foi, como sempre, muito meiguinha com ela. Uma espécie de Doutora Brinquedos, pois antes de auscultá-la fazia-o sempre primeiro à coleção de animais que a M. quis ter ao pé de si durante a consulta (digamos que foram todos os que ela viu no consultório!!!). A M. portou-se muito bem! Ontem à noite fui dizendo o que ela ia fazer ao consultório da Dra. Paula e ela foi assimilando e repetindo. Mostrou os dentinhos, os ouvidos, o nariz, deixou que lhe ouvissem o coração, que lhe medissem (88cm) e que lhe pesassem (e ela já tem 10,600kg!). A Dra. Paula disse que a M. tinha dado um grande salto e chegou ao P10, o que no historial da minha prematura é excelente. Resumindo, a M. está muito, muito bem! :) Deus permita que assim continue, cheia de saúde e alegria! Como se portou muito (muito!) bem, a Dra. Paula deu-lhe uma caneta cheia de bonequinhos para ela brincar.

Finda a consulta, viemos para fora esperar o namorido. Como ele ia demorar uns minutos, fomos até ao Jardim do Colégio, pois assim a M. podia andar e correr à vontade sem o risco dos carros. Já há muito tempo não entrava naquele jardim. Acho até que nunca fui muito de lá ir. Mas a M. adorou a estátua do Antero de Quental e mais ainda a "piscina", onde andou a correr até o seu pai chegar...

Foi uma horinha muito boa (junto da minha família) a meio do meu dia de trabalho.


Casinha montada

No passado fim-de-semana, pelo bom tempo que fez, sentimos vontade de começar a tirar as coisinhas de verão. Assim foi... A casinha que a amiga S. emprestou à M. já foi montada e ela aproveitou e já brincou um bocadinho com ela. Este verão aposto que vai ser muito utilizada. E a mãe também vai ficar muitas vezes de castigo lá dentro, como ficou no dia em que a montou. 


terça-feira, 26 de abril de 2016

O que se passa por cá...

Porque este fim-de-semana foi bastante pecaminoso no que diz respeito a tentações de prato, aproveitei o solinho que se faz sentir para regressar à rua para os meus passeios habituais...
Hoje com 2 barcos de cruzeiro "estacionados" aqui em Ponta Delgada, a nossa cidade está cheiinha de gente de todas as cores e idades e eu, simplesmente, adoro!
Além dos barcos, estamos nos últimos preparativos das festas do Sr. Santo Cristo dos Milagres, pois a festa é já no próximo fim-de-semana, portanto estamos cheios de emigrantes que cá vieram assistir às festas/cerimónias religiosas. Esta festa atrai muita gente e ainda bem que assim é. Adoro estas festas, desde que me lembro como pessoa.

Em pequenina, lembro-me de vir aos domingos com a família toda ("família toda" é aquela de 1º e 2º grau do lado da minha mãe!) e às quintas-feiras, que era o dia "das crianças" (o dia em que íamos andar de carrossel, íamos à feira fazer trabalhos em barro - que hoje não existe, com grande pena minha! - e comíamos o tão cobiçado algodão doce!). Depois crescemos e a festa resume-se às cerimónias religiosas, que participo com muito prazer, pois Ele já me ajudou MUITO, estou numa fase de Lhe agradecer, e às tasquinhas nos comes e bebes. Este ano sinto que irá ser diferente e creio que mais especial. Lembro-me que no ano passado, a minha filha tinha começado a andar há uns 2/3 dias quando começaram as festas e não nos deu descanso. Este ano vai fazer 1 ano que ela anda, creio que vou fazer uma maratona sempre atrás dela!!!

Aqui deixo umas imagens super catitas para verem como a nossa cidade está linda com este solinho e com esta gente toda a andar por aí... :)

Gosto disso!








Toda a igreja está minada de luzes! Acendidas fica simplesmente L.I.N.D.O.!

Para mim é impossível passar perto sem ir visitá-Lo. Nos próximos dias vai ser meio complicado chegar até Ele, por isso fui agradecer-Lhe a última graça que me deu (a mim e à minha família) e dizer-Lhe "Até Sábado!".






Adoro a minha cidade!

Isto é o que se chama "liberdade"

Ontem a "liberdade" foi usada assim:

A mamã dizia "M. queres ir dar um passeio?" e ela respondia "Não." E a mãe insistia "Não queres ir comer um gelado/ir ao parque infantil/à nossa casa nova....?" e ela respondia "Não." E a mãe cedia "Queres ficar em casa?" e ela respondia "Sim." e a mãe perguntava "A fazer o quê?" e ela respondia "A brincar."
Foi feita a sua vontade! Um dia para brincar, ver TV (resume-se a Disney Junior, Panda, Disney Channel,...) e comer pipocas! E soube mesmooooo bem...

Coma um arco-íris!

Quanto mais cor tiver a nossa vida melhor, certo?!
Assim deve ser o nosso prato! :)

Nós somos o que comemos!


Os nutrientes não têm cor, mas têm pigmentos que dão cor ao alimento. Normalmente alimentos com cores iguais possuem nutrientes semelhantes, daí a necessidade de colorirmos o nosso prato. Simples?!

Dicas de arco-íris alimentício:

Vermelho: função antioxidante. Contém vitamina A, sais minerais, ácido fólico, potássio e cálcio. Contém também o licopeno que combate o envelhecimento, reduz os diabetes, hipertensões e doenças vasculares. Ajuda a reduzir o risco do cancro da próstata e do pulmão.
Ex. tomate, melancia, maçã, ameixa, framboesa, romã,...

Cor-de-laranja: função antioxidante. Contém betacaroteno (vitamina A) que estimula a visão, uma pele saudável (mantém o bronzeado mais tempo!), fortalece o cabelo e unhas e ajuda a prevenir infeções.
Ex. damasco, mamão, abóbora, cenoura e manga,...

Roxo, preto ou azul: contém antocianina (vitamina B1) que retarda o envelhecimento, neutraliza células cancerígenas, beneficia o sistema nervoso, muscular e cardíaco.
Ex. amora, uva, figo, beterraba, repolho roxo, brinjela,...

Amarelo: grandes aliados da imunidade. As frutas mais cítricas e ácidas são ricas em vitamina C, o qual aumenta a imunidade corporal, logo a resistência às doenças. Além disso têm uma função anti-oxidante que fortalece os ossos, os dentes, tendões e vasos sanguíneos. Ajudam no tratamento à anemia, melhoram a digestão e reduzem a prisão de ventre.
Ex. Abacaxi e ananás, maracujá, laranja,...

Verdes: prdoutos ricos em ferro, fósforo, cálcio, potássio, magnésio, vitaminas A, C, K e a clorofila. Os seus antioxidantes combatem substâncias cancerígenas. Melhoram a função renal e evitam doenças ligadas à obstipação (hemorróidas, cancro do colo, útero e reto).
Ex. espinafre, alface, abacate, ervilha, couve, brócolos, majericão, rúcula,...

Branco: ricos em cálcio e potássio que ajudam na saúde dos ossos, regulação cardiaca, funcionamento muscular e nervoso. Garantem um bom desempenho diário, evitam o cansaço, dores musculares, dores nas articulações e diminuem o stress.
Ex. Leite e derivados, batatas, arroz, cogumelos, couve-flor,...

Castanho: possuem carboidratos complexos que fazem o nosso corpo processar mais devagar promovendo a sensação de saciedade. São ricos em fibras, vitamina E e B. Ajudam na função intestinal e a prevenir doenças crónicas (Alzheimer, cardiovasculares e cancro). Reduzem os efeitos da TPM, pois possuem funções antidepressivas e combatentes da ansiedade.
Ex. oleaginosas e cereais.


Alimente-se de forma saudável e quanto mais variado MELHOR!

segunda-feira, 25 de abril de 2016

Ela é do Benfica!

Ainda sobre ontem...
Durante a festa, a espera pelo jogo do Benfica esteve sempre presente. Foram apostas e mais apostas! Já sei que se o Sporting for campeão, tenho um almoço pago pelo amigo P. na Associação Agrícola de Santana (e ao tempo que não vou lá!) e se o Benfica for o campeão, terei que ir ao Nordeste no dia a seguir só para ver o amigo M. sem a sua tão adorada "mosquinha" (ahahaha essa eu quero ver!)... Sinceramente só para ver o M. sem "mosca" faço questão que o Benfica seja campeão! Ahahahaha...

A minha M., com aquela euforia toda, também já "gritava" Benfica, Benfica, Benfica", o que ela já dizia antes, mas acho que ficou mais vincado ainda! :) Quando perguntamos "golo do?" ela responde "Benfica". A minha M. é definitivamente do Benfica!

Ontem, em casa de uns amigos, não ficou indiferente ao jogo. Ah linda menina! Quem fica super orgulhoso com isto são aqueles a quem ela chama de avô e de padrinho. Aposto!



Regresso às origens, num dia especial...

Regressar à origens é, para mim, sempre uma alegria e presságio de um dia muito bem passado. E assim foi. Acordámos, pusémo-nos bonitos e rumamos ao Nordeste para participar no Batismo da S., filha de um casal muito especial nas nossas vidas.


O dia estava e manteve-se sempre assim: lindo e bem azulinho!...
A S. aguentou-se muito bem, a I. estava super feliz e os pais não conseguiam esconder a alegria nos seus olhos. Sei exatamente qual é esse sentimento.

A minha M. andava excitada com o facto de ir à festa da S. e, quando lhe dei a oportunidade de pegar na S. ao colo, segurou-a bem (como uma "mulher grande") e encheu-lhe de beijinhos. Foi digno de se ver - um lindo momento de ternura. De resto, adorou ver as cabrinhas que estavam por perto, as vaquinhas, o parque infantil e dos longos passeios que deu com o pai, a I. e a B. pela freguesia. Creio que o namorido ficou a conhecer caminhos que nem eu cheguei a dar na minha infância. Ahahah...

Deixo aqui os parabéns ao Snack Bar Pico da Vara e às minhas primas B. e G. pela forma simpática de servir, por terem tido paciência com a minha M. que já entrava no bar (e na cozinha) como se fosse tudo seu, e pela comida que estava divinal! Um dia que vão ao Nordeste, dêem um pulinho a Santo António Nordestinho e comam lá. Não se vão arrepender!
Não é preciso dizer que ontem, com tanta coisa boa, não segui a minha dieta... Era impossível!... A quem fez os doces... só tenho a dizer uma coisa "My God, que coisas deliciosas!"...

Resta-me dar os parabéns à família Teves Soares e enviar um enorme beijinho à S., que será com certeza uma linda princesa, a qual terei todo o prazer em ver crescer, mesmo que seja só periodicamente, por motivos geográficos. Quer a I. quer a S. são filhas de de um casal que conheço desde sempre. Ela é uma das minhas melhores amigas de infância, com quem brinquei desde que me lembro que existo, com quem tive aventuras inesquecíveis e com quem partilhei basicamente toda a minha vida, mesmo apesar de estarmos mais distantes. Nunca deixamos que a nossa amizade esfriasse. E este é o segredo que marca a diferença das restantes amizades. Ele andou comigo na escola e sempre foi uma pessoa muito correta e bem disposta comigo. E depois ajudou o facto de começar a namorar com a minha amiga e, desde aí, passou a ser, ele também, uma pessoa muito especial para mim. Este é o motivo porque estas meninas estarão sempre no meu coração.

domingo, 24 de abril de 2016

Previna-se pela boca!

"Que o teu alimento seja o teu remédio e que o teu remédio seja o teu alimento."

Sou da opinião que a nossa alimentação é o mais poderoso recurso terapêutico!

Existe 2 tipos de alimentação:
- a ácida (tende a provocar doenças e inflamações)
- a alcalina (melhoram o nosso sangue e protegem o nosso corpo das doenças)

Posto isto, nada melhor que ter uma alimentação alcalina. Concordam?!

Já falei aqui que o GRANDE inimigo do bicho (cancro) é o açúcar branco e é mesmo. Ele está ligado ao cancro não apenas como grande fator causador, mas também como algo que alimenta as células cancerosas quando uma pessoa tem a doença e está a lutar contra ela.

Além deste perigoso alimento deixo aqui outros: bebidas alcoólicas, tabaco, produtos lácteos, carne, café, glúten, bebidas com gás, sumos, bebidas energéticas, alimentos refinados (como pão branco, bolo e massas), chá preto, alimentos gordurosos e carnes processadas.

Deixo aqui algumas dicas que devem inserir na vossa vida já, como prevenção e como arma contra o bicho:

1. Cenoura

Este alimento fornece antioxidantes que retardam o crescimento das células cancerosas, protege o corpo das toxinas e ajuda no tratamento da leucemia.

2. Vegetais Crucíferos
Agora percebem porque como tantos brócolos?! É considerado um super alimento e de pouquíssimas calorias (100gr possuem 36kcal). A couve, os brócolos, o repolho e a couve-flor possuem propriedades anti-cancerígenas por conter fitoquímicos (isotiocianatos).

3. Alho
Perceberam porque adoro alho?!
Ele contem propriedades que reduzem o risco de cancro do estômago, gástrico e outros, além de que reduz o nível de açúcar e glicose no sangue, ajuda no tratamento do colesterol e no tratamento de parasitas intestinais. A ação mais saudável do alho é a sua capacidade de melhorar as condições cardíacas, germicidas e anti-cancerígenas.

4. Gengibre
O gengibre é composto por potássio, magnésio, cobre e vitamina B6. Inibe enzimas 5-LO e sem estas o cancro da próstata, por exemplo, não sobrevivem. Também é eficaz na destruição de células cancerígenas do pulmão e é benéfico em medidas preventivas anti-cancerígenas.

5. Chá Verde
O chá verde contém antioxidantes que têm propriedades quimio-protetoras. Eles inibem células cancerosas. Beber chá verde reduz o risco de vários tipos de cancro (colo-retal, estômago, próstata, mama, fígado, vesícula bilar, pâncreas, pulmão,...

6. Linhaça
A linhaça contém 27 componentes anti-cancerígenos, como por exemplo a Lignina. A semente de linhaça contem 100 vezes mais lignina que os restantes grãos integrais. Protege e evita a formação de tumores (da mama, da próstata, do cólon, do pulmão, etc)

7. Romã
A romã é uma fruta antioxidante, mineralizante e refrescante. O seu consumo ajudam a combater o cancro da próstata e outros e a reduzir as células cancerígenas.

8. Algas comestíveis
As algas marinhas destroem bactérias e estimulam o sistema imunológico. A laminária, por exemplo, contém muitos agentes antibióticos a fucoidina que é responsável por atrasar o desenvolvimento do cancro da mama.

9. Cúrcuma (Açafrão da Terra)
O Açafrão contém substâncias anti-cancerígenas. O principal agente de cura é o curcumina que possui propriedades anti-oxidantes e efeitos anti-inflamatórios potentes.

10. Vitamina D
A falta dela favorece 17 tipos de cancros, como os da mama, próstata e melanoma. Isto acontece porque a substância participa do processo de diferenciação celular que mantém as células como são, ou seja evita que elas se tornem cancerígenas. Além disso, também promove a auto-destruição das células cancerosas!

11. Anona
Esta fruta atua na eliminação das células cancerígenas. É 10 mil vezes mais potente que a quimioterapia. Tem vitaminas C e B6, alguns minerais como potássio, cobre e magnésio e a presença de 2 classes de fitoquímicos: a dos flavonóides e a das acetrogeninas que lhe dão o poder anti-inflamatório e anti-tumoral.

12. Tudo o que for verde e com caraterísticas alcalinas.
Abacate, courgette, cogumelos, cebolinha, pepino, limão, lima, tangerina, mel, kiwi, alface, azeite extra virgem de oliva, cebola, laranja, papaia, salsa, abacaxi, ananás, quinoa, rabanetes, melancia, abóbora,...

Uma dúvida!

Já que falo em "dentes"... Porque é que o dentista é aquele médico que fala muito connosco?! Com tantos aparelhómetros na boca como podemos ser recetivos à conversa e responder sem ser com um "ahm", dedo no ar, abanão com a cabeça ou aceno?! 
Torna-se difícil...

sábado, 23 de abril de 2016

O melhor sorriso do mundo

Dizem que os dentes são os nossos melhores amigos e é quando eles não nos doem!

O meu problema com os dentes sempre foi "endireitá-los", já que tive a honra deles me saírem tortos. Nunca chumbei nenhum dente e a única intervenção que me foi feita foi de prevenção: massa da cor do dente que, infelizmente, só fiz no maxilar inferior, não tive tempo para aproveitar a promoção - € - para o superior!... Graças a Deus, nunca tive uma única cárie na minha boca e nem uma única dor de dente, exceto uma vez que um dos meus dentes do siso infetou e inchou a minha cara (só queria desaparecer nesses dias!). Mas fora isso, nunca precisei tratar nenhum dente e nem tirar dentes, apesar de 2 ou 3 dentistas quererem fazê-lo. Nunca os permiti! Se estavam bons, porque razão teria eu de os extrair?! Só porque eram "do siso"?! Não achei que fosse um motivo convincente. Optei por mudar de dentista sempre que ouvia falar em extrair dentes.

Da mesma forma que nunca tive problemas de maior com os meus dentes, também por estimá-los muito, muito, pretendo fazer com que a minha filha também não tenha problemas com os seus dentes. Por esse motivo assumo que sou uma mãe chata no que se refere aos dentes. Todos os dias quando enrolo a toalha à minha filha, depois do banho, ela própria já pede, dou-lhe a sua escova dos dentes com pasta (com sabor a morango) e, enquanto a enxugo, ela fica ali a "esfregá-los". Estou sempre a supervisionar e a ajudá-la/ensiná-la como se faz. Às vezes ela não quer, pois quer fazer tudo sozinha, mas não quero saber. Eu obrigo-a. Às vezes ela chora porque não quer a minha ajuda ou não quer fazer como eu digo para fazer, mas eu prefiro que chore por esses motivos do que por levar anestesias para chumbar dentes ou extraí-los. E a lavagem dos dentes piora quando sei que comeu algum doce durante o dia... é um esfregar até mais não... Quero ir ao dentista com ela fazer higienizações e basta. É o melhor para ela. 

Apostar na prevenção em vez de apostar no tratamento. Isso serve para tudo.
A visita ao dentista será para breve, visto que ela já tem os dentes praticamente todos.
Este post nasceu por causa deste artigo.

E porque ontem foi dia de festa...

Nós merecemos isto as duas! :)
Fomos à tão afamada e deliciosa Quinta dos Açores com os amigos S. e o A. e foi bastante divertido. Eles fartaram-se de brincar junto à vaquinha e nós a meter dois dedos de conversa em dia (nem parece que falamos quase todos os dias!)...

Ao chegar a casa, receber um doce abraço e um "Mãe, gostei muito do gelado!"... Valeu a pena o passeio (e o meu pecado da semana!)... :P





sexta-feira, 22 de abril de 2016

1 Mês deste "Mundo"

Estamos de parabéns!
Faz hoje 1 mês que decidi abrir este espaço que é meu, mas escrito para vós. Cada um de vós que passa aqui e deixa um comentário, acredite que deixa um pedacinho de si na minha vida e no meu coração. Acreditem ou não, é importante para mim saber que me lêem, que gostam do que escrevo, que partilham, ou não, da minha opinião,... Foi como disse outro dia a um amigo com quem me cruzei na rua e me disse "Então agora tens um blog! Tenho seguido diariamente! Continua." e eu apenas lhe respondi "É verdade! Obrigada. Apetecia-me escrever e escrever para mim não tem piada, então decidi escrever para os outros. Faz mais sentido!" 
E faz, acreditem que faz!
E já se contam 5.712 visualizações, até agora! :)

OBRIGADA, OBRIGADA, OBRIGADA!


quinta-feira, 21 de abril de 2016

Desconsolo...

Infelizmente tenho andado a lutar contra uma vontade enorme de comer porcarias... Graças a Deus que essa vontade não vem todos os dias, mas ela existe. Eu sei que ela existe!

Para mim o pior momento do dia é exatamente depois da minha M. adormecer e eu não! Fico lá na cama de olho aberto lutando contra a vontade de petiscar qualquer coisa. Muitas vezes faço força para adormecer e o sono acontece. Mas se corro o risco de me levantar para ir ao computador ou ver TV, já sei que estou lixada... acabo por ir ao armário e comer seja lá o que for... a maior parte das vezes marcham uns chocolatinhos... mas o que me apetecia mesmo (mesmo!!!) era um bom bolinho de chocolate, sei lá, talvez um brigadeirão, com aquele creme maravilhoso de leite condensado pelo meio... 
Tipo este:

Não o vou fazer! Juro! Até porque se o fizer, uma fatia nunca será suficiente!
Tenho de ser forte "pa caramba"!!! 

Novamente as rotinas

Eu juro que não procuro... elas aparecem-me à frente! E só me dão razão!

Para as mães que já têm os seus filhos ou que vão ter, acreditem, aplicar a rotina nos vossos filhos só os vão ajudar e também vos vai ajudar a organizar a vossa vida.

"A rotina auxilia no desenvolvimento da autonomia e na formação de cidadãos responsáveis, uma vez que, aos poucos, a criança sabe o que tem para fazer, cumprindo suas obrigações sem que os adultos precisem lembrar de fazê-lo."

Vamos educar agora para mais tarde colher bons frutos da nova sociedade?!


quarta-feira, 20 de abril de 2016

Construções

Lá de vez em quando ela pede-me para lhe fazer uma casa. Normalmente quer uma bem grande. E eu faço-lhe a vontade.
Ela ajuda. Vai dando uma ou outra peça. Às vezes cai tudo. Ela assusta-se. Mas digo-lhe que está tudo bem e que fazemos outra vez, que construímos outra, que não tem problema nenhum. 
Ela aceita. Sorri. E voltamos a fazer do zero, com o mesmo entusiasmo que antes. :)


Assim devia ser a vida: um constante recomeço do zero. Só assim a frase "Hoje é um novo dia" faz sentido. :)

Adoro totós

Quando soube que estava grávida sempre tive um feeling de que seria uma menina, mas óbvio que não tinha a certeza. Aliás, ia gostar na mesma se tivesse sido menino, afinal de contas era o meu filho, qualquer que fosse o sexo. Mas, sei lá, tinha um feeling que ia ser menina... e comentei isto com muito poucas pessoas, para depois não correr o risco de me dizerem "afinal não tinhas razão" ou "afinal tinhas razão!"... Assim, se não dissesse nada (como não disse!), ficou surpresa para toda a gente! :)

No dia 19 de setembro de 2013 soubemos que era uma menina! Nesse dia, a minha amiga E. deixou na minha secretária um presente: um verniz cor-de-rosa bebé com o nome "baby girl", porque, dizia ela que era uma menina. E foi!

O primeiro pensamento que me veio à cabeça foi "Que bom! Terei uma companheira para o mundo feminino!" 
O segundo pensamento foi "totós"!!!! 
É verdade! Sonhava com os totós que lhe ia fazer, os penteados, que teria de comprar-lhe de várias cores e feitios... :) Bom, a verdade é que ela nasceu e, enquanto o cabelo deixou, nunca usei muitos adereços na cabeça (embora tenha experimentado, pessoalmente, não gosto de ver bebés com fitas na cabeça sem ter cabelo!)... 
O cabelo dela é igual (igualzinho!) ao meu: liso, fininho, da cor do meu quando tinha a idade dela (vejo pelas fotos, pelo que me lembro, e também pelo que dizem!)... Hoje eu gosto do meu cabelo! Mas lembro-me que queria tê-lo com caracóis (vá... se o tivesse assim hoje também ia gostar!) e experimentava encaracolá-lo com um pente de enrolar elétrico já na altura, mas quando chegava ao lado direito da cabeça, o lado esquerdo já estava liso... Foi sempre uma grande luta da minha parte! A mesma luta que vou atravessar junto com a minha filha, se ela seguir as minhas pisadas... 

Quando começou a crescer a franja da minha M. tive de comprar uns ganchinhos (dos mais pequeninos que existiam no mercado) para ver se seguravam o cabelo... E, vá lá, mesmo assim aguentavam o cabelo dela, embora tivesse que atualizar o ganchinho vezes sem conta durante o dia, pois haviam sempre cabelitos que fugiam.
Hoje em dia está bem melhor. Já consigo apanhar o cabelo num totó, ou em dois (que adoro!) em baixo da cabeça (porque prefiro!) e ontem experimentei fazer-lhe um totó que eu própria já cheguei a usar muita vez num verão aí para trás porque aguentava (mesmo!) o meu cabelo!
Resultado... eu adorei o carrapito! :)
Fica-lhe bastante bem... Cheira-me que este verão será "verão de carrapito"! :P


terça-feira, 19 de abril de 2016

1ª vez no carrossel

Já há algum tempo queria levar a minha M. ao carrossel que está alojado no Campo de S. Francisco, já para as festas do Santo Cristo dos Milagres. Queria saber se já dava para ela andar e, mais importante, se ela gostava, pois sempre foi medricas com "velocidades". Só para terem uma ideia, só depois de fazer 2 anos é que aceitou sentar-se num baloiço de parque infantil. E para empurrar tinha de ser sem ela ver, no início... Ia controlando essa evolução pelo baloiço que está no Centro Pediátrico onde ela tinha as suas consultas. Aquele era o brinquedo que ela, embora tivesse tentado sentar-se na cadeira, nunca aceitou ficar trancada lá e nem tão pouco que a balançássemos.
Sempre respeitei esse medo que nasceu com ela, pois nunca lhe foi incutido nem esse medo e nem nenhum outro (não sei como vai ser quando vir um rato à frente dela, pois não consigo controlar o meu próprio medo!)... Cada um é como é e devemos respeitar os medos dos outros e não fazer disso chacota, o que, infelizmente, muitas vezes acontece!
Bom, mas o post é sobre outra coisa...
Então, fomos ao carrossel e ela andou 2 vezes, porque não lhe bastou uma única... E das duas vezes escolheu os bonecos mais seguros de todo o carrossel, que era só dela naquele momento, e ainda bem que assim foi... Ainda se sentou em cima de um cavalo, mas não quis permanecer, pois não lhe devia transmitir segurança, visto que ia com os pés meio pendurados. Assim, nos carrinhos que foi, um do Pateta e outro do Pica Pau, ia sentada, com os 2 pés no chão do carro e com as mãos no volante.
É a minha filha: prudente desde o início de vida. Que assim seja até ao fim!

Ela adorou, claro! 
Tenho de começar a fazer as minhas poupanças para o Santo Cristo... É que cada voltinha são 1,5€!!!! (Uma autêntica roubalheira!!! E ainda fui com 2€ pensando que ia ter 2 voltinhas... Tive de ir buscar mais ao carro!...)


Hoje comecei assim...

Mamão, torra integral Pingo Doce com queijo Philadelphia light e descafeinado pingado.


E soube mesmo bem...
Enjoy life...

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Como foi com a areia?!

Vejam só que delícia é mexer nesta areia...!

No início ela estava sempre a esfregar as mãos para limpar os poucos grãos que ficavam na mão, mas depois experimentamos outras formas de brincar que ela prefere para já: fazer modelagem com forminhas que tinha lá por casa.

Resumindo: adorou!


video